Blog, Comportamento, Uncategorized

A Saúde e os direitos do idoso, mesmo que ele não saiba desses direitos, ele continua tendo

Hoje vamos aproveitar o espaço do nosso artigo e trazer informações na área de direitos e saúde na área gerontologica , nisso terei a participação do psicólogo Clenilton Martins Faria que é especialista em saúde e está mestrando em psicogerontologia pela Faculdade EDUCATIE,  vale lembrar que o idoso, que é uma das populações que mais cresce no Brasil.

Precisamos ficar em alerta é que esse grupo apesar de crescente, na maioria das vezes quando perde a sua capacidade laboral, tende a ficar excluídos por muitas famílias e até mesmo explorados, várias doenças físicas e mentais começam a fazer parte deste grupo como Alzheimer, dificuldade de locomoção, problemas cognitivos, diabetes, entre outras tudo isso traz um senso de incapacidade muito grande. Nesta perspectiva além do apoio familiar que é essencial no cuidado com os nossos idosos, temos também entidades públicas como o próprio CRAS que contribui neste aspecto. O cuidado com os nossos idosos é essencial afinal, é uma forma de demonstrar nosso carinho e afeto.

Já a busca pelos direitos pelo começa no CRAS – Centro de Referência Assistência Social uma unidade pública responsável por organizar e oferecer os serviços, programas e benefícios do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) para as famílias que se encontram em situação de risco e/ou vulnerabilidade social.

Neste contexto, muitos são os serviços, programas e benefícios destinados especialmente ao idoso, um exemplo é a Carteira do Idoso, mas afinal, o que é a Carteira do Idoso? A Carteira do Idoso é um programa do governo federal que permite que idosos a partir de 60 anos, com renda mensal (individual) de até dois salários mínimos viagem gratuitamente, ou pagando 50% do valor total da passagem de um estado para o outro dentro do Brasil. Por meio desta, o idoso pode realizar a compra de passagens de ônibus, trem, ou de transporte aquáticos.

Para conseguir a Carteira do Idoso basta que o interessado procure o CRAS mais próximo de sua residência para que seja realizada a sua inclusão junto ao Cadastro Único. Após a realização deste cadastro será gerado o seu número de inscrição social (NIS), com este número em mãos é só solicitar a Carteira do Idoso, que na ocasião será emitida pelos próprios profissionais que atuam no CRAS. O tempo de validade deste documento é de 2 anos, após este período o idoso deverá retornar ao CRAS para atualizar o seu Cadastro Único e solicitar a emissão de uma nova Carteira do Idoso.

Espero que a leitura deste artigo possa tê-lo ajudado, aproveite e mostre a um amigo que esteja vivenciando uma situação parecida. Caso queira contribuir com críticas ou sugestões a esta coluna de comportamento, escrita por Leonardo Sandro Vieira, é só contatar pelo 33-9881868589 ou pelo e-mail:leosavieira@gmail.com ou pelo nossos canais de interação no https://linktr.ee/institutoaprendendoalidar
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Leoperfil-2.png
Leonardo Sandro Vieira 
CRP-04/43298

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *