Blog, Comportamento

Aprendendo a lidar a Constante Necessidade de Aprovação Social.

Já percebeu que há pessoas em nossa volta com uma grande necessidade de aprovação social? É claro que todos nós temos esse desejo em menor ou maior grau e ele é necessário para as boas das relações sociais da vida, contudo há uma grande diferença entre agradar ao próximo e a necessidade excessiva de aprovação social. Esta situação pode gerar vários transtornos na vida do indivíduo como; angustia, deformidade da identidade social (a pessoa mais parece um camaleão com comportamentos contraditórios no esforço de ir se adaptando ao meio em que está) e por conseqüentemente perda da credibilidade no ambiente onde vive.  

Você deve estar se perguntando, como o indivíduo consegue viver buscando aprovação social a todo o momento? É Isso mesmo, imagine o sofrimento que esta pessoa traz consigo da não aceitação de si, suas potencialidade e fragilidades e que precisa da aprovação do outro para manutenção da existência do seu ser. Isso tudo é resultado da interação de baixas autoestima, autoconfiança, autoconhecimento e o medo da rejeição. 

Os principais autores da área nos mostram que as pessoas que assim comportam tiveram sua infância marcada por afetos baseados no amor condicional de modo que, devia sempre cumprir aspectos importante de si próprio para obter amor e aceitação, por isso necessitam aprovação, reconhecimento ou atenção das outras pessoas, tudo isso com uma autoimagem distorcida da realidade. 

Como lidar com todos esses sentimentos e situações? Inicialmente você refletir se é esta realmente a sua situação e logo depois precisa aplicar as orientações abaixo na busca de ter uma melhor qualidade de vida e paz consigo mesmo.

1º Busque o autoconhecimento e autoaceitação – Somente quando você se conhecer melhor, entender a origem das suas emoções e pensamentos, aceitar suas qualidades e limitações,  conseguirá lidar melhor com o seu mundo externo, porém aceitar-se não é resignar-se, aceitar-se significa buscar ir além da visão tradicional e entender a vida é feita de mudanças, mas mudanças que levam à autorealização.

2º Aprenda a fazer um diálogo interior positivo – Essa estratégia pessoal é necessária para combater os pensamentos de autocrítica e depreciadores e promovendo a autoaceitação e trazendo pensamentos que contribuem na construção de uma identidade digna de ser amada da maneira como é sem condições para ser amada.

3º Pare de se comparar  – Definitivamente pare de se comparar com o outro, temos sempre a tendência de achar que a grama do vizinho é mais bonita ou melhor que a nossa. Se tiver que se comparar compare consigo mesmo, minha melhor medida de comparação deve ser a autosuperação das minhas limitações.

4º Pare com o vitimismo e ative sua responsabilidade – Não temos que ser perfeitos em tudo, a vida é feita por imperfeições, usar as imperfeições como forma autocomiseração é muito pequeno. Assuma a responsabilidade das suas escolhas, a liberdade das escolhas na vida é um dos grandes presentes que temos, não delegue às suas escolhas aos outros, fazer isso é um grande ato de autosabotagem.

5º Aceite a diferença entre as pessoas inclusive a sua – As pessoas não são iguais  e ainda bem por isso, cada um tem um estilo de vida diferente inclusive você e  fique bem claro que ser diferente não significa ser melhor ou pior, significa cada um assumir o seu modo de ser neste mundo. Aceitar as diferenças é aceitar que a paz reine entre nós.   Este artigo foi escrito com o objetivo de ajudar as pessoas que tem dificuldade em lidar com a constante necessidade de aprovação social, sabemos que essas lidar com questões psicológicas não são fáceis por isso é um grande desafio escrever materiais como esse com uma linguagem acessível sem torná-los no conceito de autoajuda. Não se desespere ou desista senão conseguir lidar com questões como esta, busque o apoio de um psicólogo ele é o profissional mais indicado para lhe auxiliar em situações como esta.

Espero que a leitura deste artigo tenha lhe ajudado, aproveite e mostre a um amigo que necessita de uma leitura mais apropriada ao problema que esteja passando. Caso queira contribuir com críticas ou sugestões a esta coluna de comportamento escrita por Leonardo Sandro Vieira é só contactar pelo 33-98818-6858 ou 3203-8784 ou pelo e-mail:leosavieira@gmail.com 
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Leoperfil-2.png
Leonardo Sandro Vieira 
CRP-04/43298

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *