Blog, Comportamento

Aprendendo a lidar com a frustração.

A frustração é o sentimento que temos quando algo não foi da forma que esperávamos, do latim a palavra original é frustratione  que significa deixar sem efeito ou seja, o efeito que se esperava não aconteceu, foi inútil, não desenvolveu, ficou incompleto ou imperfeito . Tudo isso gera um incômodo ou desânimo quanto as perspectivas que temos sobre determinada área da vida.

Ressignificar a ideia que temos da frustração é essencial para as nossas vidas, afinal ela nos norteia quando algo programado não aconteceu da forma que esperávamos e principalmente nos orienta como nos relacionar com determinadas, pessoas, situações e momentos da vida.

Uma grande dica aos pais é que já está comprovado cientificamente que permitir que os filhos vivenciem frustrações (de forma dosada e supervisionada) contribui para uma melhor resolutividade de emoções e comportamentos das experiências futuras, ou seja aprender ouvir não, ter as devidas punições pelos comportamentos não adequados e principalmente não proteger excessivamente deixando que vivencie as experiências frustrantes de cada etapa da vida contribui ao indivíduo dando-lhe habilidades para saber lidar com as frustrações da vida adulta não formando pessoas com baixa tolerância a frustração.   

Em nossa sociedade há a narrativa que os sentimentos “bons” como a alegria, prazer, euforia e satisfação devem ser sempre vivenciados os sentimentos ruins devem ser sempre evitados, ao ponto que quando vivenciados não sabemos como lidar com eles. É claro que não vamos ficar buscando experiências negativas como a frustração no nosso dia a dia, mas o fato é que muitos negam seus sentimentos para não ficar tristes ou frustrados, estas pessoas só não sabem que parar, refletir, pensar onde errou e ressignificá-los tem uma função muito importante, pois quando algo triste acontece; um conflito na família, no trabalho, entre amigos, o luto ou uma dúvida existencial, tudo isso gera frustração e por sua vez uma energia como forma de busca de solução do problema vivenciado.

A resiliência (termo da física emprestado à psicologia) que é a capacidade de um corpo passar por temperaturas e situações adversas mudar de forma e conseguir voltar à forma original é uma habilidade essencial na atualidade, mas como conseguir inseri-la em nosso repertório comportamental? Segue abaixo 03 orientações que pode lhe ajudar a ser mais resiliente lidando melhor com a frustração.

1º Não negue o seu sentimento, encare, entenda o que aconteceu– Como dissemos anteriormente se está se sentindo frustrado, triste com alguma situação não fuja dos seus sentimentos, aceite-o, busque entender o que levou tudo a acontecer da forma que aconteceu.

2º Para ter resiliência, mude a visão, encare a frustração como um processo educacional – sim, esta é uma das melhores formas de lidar com a frustração, entender que é uma sensação nada agradável mas um processo aprendizagem que se entendido real significado do que aconteceu e o seu propósito. Fazendo isso conseguirá ter mais força para superar o momento.

3º Se esforce para ter um novo repertório de comportamento – Após vivenciar o sentimento, e entender o que ele tem um propósito (na maioria das vezes de provocar a mudança em nossas vidas) busque colocar em prática os aprendizados que teve com a situação, afinal a frustração pode ser uma oportunidade  para uma grande virada em sua vida, pense muito nisso 😉.


Espero que a leitura deste artigo tenha lhe ajudado, aproveite e mostre a um amigo que necessita de uma leitura mais apropriada ao problema que esteja passando. Caso queira contribuir com críticas ou sugestões a esta coluna de comportamento escrita por Leonardo Sandro Vieira é só contactar pelo 33-98818-6858 ou 3203-8784 ou pelo e-mail:leosavieira@gmail.com  
Leonardo Sandro Vieira 
CRP-04/43298

2 thoughts on Aprendendo a lidar com a frustração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *